O projeto Quarta Samba apresenta, todas as quartas-feiras, um bom samba autoral na Galeria 540. Os encontros acontecem a partir das 19h e têm entrada gratuita.

A curadoria é realizada pela Ala dos Compositores do Kolombolo Diá Piratininga. A primeira quarta do mês é cativa: a ala de compositores abre os trabalhos do projeto.

No repertório, além de composições autorais, os grupos homenageiam a Velha Guarda do Samba Paulista e Paulistano.

Créditos: Mariana Viriato

Kolombolo Diá Piratininga é responsável pela curadoria do projeto Quarta Samba

Confira a programação do Quarta Samba:

  • 21/2 - 19h 
    Marquinhos Jaca

Considerado um dos grandes militantes do gênero na cidade, o sambista tem sua história marcada pela escola de samba Vai-Vai, onde passou a integrar da Ala dos Compositores a partir de 1998. Músico, compositor e cavaquinhista, Jaca também pesquisa as origens do samba e da cultura tradicional de São Paulo e é presidente da Associação dos Sambistas, Terreiros e Comunidades de Samba de São Paulo (ASTEC).

  • 28/2 - 19h
    Laurinha Guimarães

Integrante dos grupos Quintal de Iaiá e Samba de Dandara, a cantora apresenta canções de cunho autoral.

  • 7/3 - 19h
    Ala dos Compositores Kolombolo Diá Piratininga

Os integrantes apresentam canções de sua autoria e da velha guarda paulista, na liturgia, na malandragem em uma animada roda de samba.

  • 14/3 - 19h
    Renato Dias

O músico e compositor Renato Dias apresenta obras do seu novo trabalho, "Encantamentos de Uma Sereia Chamada Janaína Padilha". Nesta apresentação, o público também ouvirá obras autorais em parcerias com Victor 7, Janaína Padilha, Robson Capela, T.Kaçula e Marco Mattoli, seus maiores parceiros. O repertório carrega sambas rurais e urbanos, entre eles "Bolo de Fubá", "Africania", "Viola", "Aboio de Vaquejada" e "Rainha do Mundo".

  • 21/3 - 19h
    Ala dos Compositores Camisa Verde e Branco

A Ala de Compositores da Escola de Samba Camisa Verde e Branco foi fundada em 1963 e conta com um time de peso, que apresenta seus sambas autorais.

A história do Camisa tem início em 1914, quando foi criado o "Grupo Carnavalesco Barra Funda", liderado por Dionísio Barbosa. Nesta época, os homens saíam pelas ruas do bairro vestidos de camisas verdes e calças brancas. Este foi o embrião que originou 39 anos mais tarde o Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Camisa Verde e Branco.

  • 28/3 - 19h
    Carol Nascimento e Camila Midori

Integrantes do grupo Sambadas e Baque Bolado, musicistas e compositoras apresentam repertório autoral.

Dona Ivone Lara é homenageada em roda de samba de mulheres

Quarta Samba na Galeria 540

21 Fev
a
28 Mar

De 21 a 28/02:  Quartas às 19:00
De 7 a 28/03:  Quartas às 19:00

Galeria 540
Rua Mourato Coelho, 540 Pinheiros São Paulo - SP (11) 4115-9539
Estação Fradique Coutinho (Metrô - Linha 4 Amarela)
Catraca Livre
add Google Agenda